EM FOCO / PASSIVO BNB

Imprimir Notícia

SEEB-MA participa de negociação com o Banco do Nordeste

Rodada de negociação não trouxe avanços para a categoria. Na reunião, foram discutidos temas como saúde, remuneração e jornada de trabalho.

27/11/2012 às 12:27
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

A diretora Edna representou os bancários maranhenses na negociação com o BNB.

Não houve avanços na rodada de negociação realizada com o Banco do Nordeste nesta segunda-feira (26/11) em Fortaleza. Na reunião, foram discutidos temas como passivos, saúde, remuneração e jornada de trabalho.

Sobre o passivo, a diretora do SEEB-MA, Edna Vasconcelos, questionou o silêncio do banco sobre o ofício enviado pelo SEEB-MA em outubro de 2012, que ratifica o interesse do Sindicato em retomar as negociações.

Em resposta, a representante do BNB afirmou que não há nova proposta. Diante disso, a única forma de resolver o impasse é na Justiça, cujo processo já transitou em julgado em favor dos bancários maranhenses.

Na área da saúde, o movimento sindical cobrou o direcionamento de recursos do BNB para os planos de saúde, mas o banco não apresentou nada de concreto sobre o assunto.

Em relação à jornada de trabalho e remuneração, os representantes do banco informaram que o ponto eletrônico já está funcionando em fase experimental.  O sistema será testado até fevereiro de 2013, o que permitirá ajustes.  Quanto ao Plano de Incentivo à Aposentadoria, não há previsão para ser implementado.

Os representantes dos bancários reivindicaram ainda transparência nos processos de concorrência interna e o fim da interferência política que predomina atualmente no banco.

Resumo da rodada de negociação

Concursados –  De acordo com o Banco, já no início de dezembro, os convocados deverão assumir não somente nas novas agências, como também em unidades que apresentam demanda de pessoal.

Logística e TI – Banco informou que as novas agências já estão sendo inauguradas com um novo sistema e um novo modelo de gestão, mas o movimento sindical cobrou que essa tendência seja estendida a todas as unidades do Banco.

Dupla matrícula – Os representantes dos trabalhadores solicitaram à direção do BNB que olhasse com cuidado a situação de alguns funcionários do Banco que também são professores do serviço público. De acordo com o BNB, 84 bancários estão nessa situação e o Banco vem enfrentando problemas com órgãos fiscalizadores que cobram a opção do servidor por um dos dois empregos. Entretanto, o Banco informou que vem acompanhando os casos de perto e que pretende resolver a questão.

Concorrências – Movimento sindical cobrou do BNB a elaboração de regras que valorizem mais os critérios objetivos nos processos de concorrências realizados pelo Banco, como forma de criar uma seleção mais transparente. O Banco informou que vem implementando um rol de medidas de avaliação de acordo com a CIN-Pessoal buscando essa transparência, com a utilização de critérios concretos. Além disso, o Banco informou que realiza a cada três anos o rodízio de gerentes. Foi cobrado ainda que os novos critérios de transparência adotados pelo Banco se estendam a todo e qualquer processo seletivo do Banco e não apenas para as novas agências.

Ponto Eletrônico – O Banco informou que, durante o período de adequação (três meses), será utilizada a assinatura da folha e o ponto eletrônico de forma simultânea. Após esse período, o Banco trabalhará com o travamento de sistema para inibir a burla do ponto. Além disso, o BNB orienta a proibição de senhas pessoais em mais de uma máquina ao mesmo tempo.

Revisão do PCR – Os representantes dos bancários sugeriram a realização de três reuniões para dar andamento ao processo. A primeira já deve acontecer na primeira quinzena de dezembro, a segunda em janeiro e a terceira em fevereiro, em Brasília, quando se buscará a participação direta de representantes do DEST.

Aposentadoria – Os trabalhadores cobram informações sobre um plano de incentivo à aposentadoria que, segundo o Banco, está sendo analisado nos órgãos competentes do Governo Federal. As entidades representativas querem conhecer o teor desse documento o mais rápido possível, a fim de se posicionarem.

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.