DESTAQUE / CAMPANHA SALARIAL

Imprimir Notícia

Dia do Basta: bancários param agências e cobram proposta

Nova rodada de negociação com a Fenaban, Caixa e Banco do Brasil ocorrerá na sexta-feira (17/08).

10/08/2018 às 13:16
SEEBMA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Os bancários maranhenses participaram nesta sexta-feira (10/08) do Dia do Basta, mobilização nacional organizada pelas centrais sindicais em defesa dos direitos trabalhistas, do emprego e da aposentadoria.

Em São Luís e em outras cidades, trabalhadores de diversas categorias se reuniram para protestar contra os ataques do Governo Temer, reivindicando a revogação da Reforma Trabalhista, o corte do preço dos combustíveis/gás e o fim do congelamento dos investimentos em saúde e educação.

Campanha Salarial

Por todo o país, os bancários decidiram, ainda, retardar a abertura das agências como forma de pressionar os banqueiros e o Governo Federal a apresentarem uma proposta digna na rodada de negociação que ocorrerá na sexta-feira (17/08), em São Paulo. 

“Durante o Dia do Basta, a categoria fez uma paralisação de advertência contra a proposta indecente da Fenaban, que na última rodada de negociação ofereceu para os trabalhadores somente a reposição da inflação, sem ganho real, e um acordo de 4 (quatro) anos, o que é inaceitável diante do lucro de quase R$ 80 bilhões obtido pelos bancos em 2017. Por isso, estamos a postos para deflagrar uma greve geral ainda no mês de agosto, caso nossas reivindicações continuem sendo ignoradas” – afirmou o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan. 

#ContraOAcordoDe4Anos!
#ContraAPropostaDeReajusteApenasPelaInflação!
#PorNenhumDireitoAMenos!
#PorMaisConquistas!
#VamosÀLuta!

Confira a última proposta da Fenaban, Caixa e Banco do Brasil:

Proposta da Fenaban

• Acordo de 4 (quatro) anos;
• Possibilidade de contratação de bancários terceirizados;
• Reposição da inflação para as verbas salariais, sem aumento real;
• Retirada da cláusula da CCT que possibilita o abono/compensação dos dias de greve.

Proposta do BB

• Renovação da maioria dos itens do atual ACT;
• Reposição da inflação para as verbas salariais, sem aumento real;
• Possibilidade de descomissionamento após dois ciclos avaliatórios;
• Não houve proposta sobre intervalo de almoço e parcelamento de férias;
• Protocolo de Resolução de Conflitos pode não ser renovado.

Proposta da Caixa

• Sem garantia de pagamento da PLR Social;
• Sem garantia sobre incorporação da remuneração de função;
• Reposição da inflação para as verbas salariais, sem aumento real;
• Adoção da resolução 23 da CGPAR, que exclui os aposentados atuais e futuros do Saúde Caixa; elimina a contribuição por grupo familiar; e "quebra a solidariedade” (contribuição da mesma forma, independentemente do tempo de banco e idade);
• Não contemplou direitos previstos no atual ACT, tais como: horas extraordinárias, adicional de trabalho em horário noturno, PLR social, isenção de anuidade cartão de credito, juros do cheque especial diferenciado, tarifas em conta corrente, ausências permitidas, escala de férias, jornada de trabalho, saúde caixa, suplementação do auxílio doença (licença caixa), adicional de periculosidade e insalubridade, intervalo para descanso NR 17 homologação das rescisões, GT saúde caixa, GT saúde do trabalhador, negociação permanente, incentivo a elevação por escolaridade, Incorporação REB e GT contencioso Funcef.



Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!