PLANTÃO / CAMPANHA SALARIAL

Imprimir Notícia

Presidentes de bancos ganham milhões à custa da exploração dos bancários

09/07/2018 às 10:22
A+
A-

A disparidade entre as realidades salariais no Brasil são imensas. Uma parcela mínima concentra renda cada vez mais alta. Mesmo assim, paga impostos menores, contribuem pouco ou quase nada para o crescimento econômico do país, inclusive puxam para baixo, com demissões, retirada de direitos dentre outros fatores injustificáveis.

Veja o salário dos presidentes de alguns bancos: do Itaú, ganha R$ 40.918.000,00 por ano (R$ 3.409.833,33 por mês); Bradesco: embolsa R$ 15.952.500,00 por ano (R$ 1.329.375,00 por mês); no Santander por ano o presidente ganha R$ 29.985.549,15 (por mês R$ 2.248.795,76). A máxima “poucos com muito e muitos com pouco” é a realidade do Brasil.

A divulgação dos valores só foi possível porque caiu a liminar de 2010 que permitia a dezenas de empresas omitirem os valores de salários dos presidentes. A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) determinou a divulgação com base na decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A liminar foi obtida na época pelo IBEF (Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças), sob a justificativa de representar risco à segurança e violação da privacidade.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.