DESTAQUE / CAIXA ECONÔMICA

Imprimir Notícia

SEEB-MA promove Encontro sobre a FUNCEF

Bancários puderam esclarecer dúvidas sobre a situação atual e as perspectivas da FUNCEF.

18/09/2017 às 06:37
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Os bancários da Caixa participaram do Encontro sobre a FUNCEF, realizado no sábado (16/09), na sede do SEEB-MA, na Rua do Sol, Centro de São Luís. Na ocasião, a categoria pôde esclarecer dúvidas com o diretor eleito da fundação, Max Mauran, que falou, também, sobre a situação atual da FUNCEF e as expectativas futuras do fundo de pensão.

Durante o Encontro, os trabalhadores protestaram contra os descontos mensais em seus contracheques para sanear o déficit da FUNCEF, ocasionado, na verdade, pela corrupção e desvios financeiros praticados por ex-administradores e dirigentes do fundo de pensão, hoje presos ou processados, conforme apurou a CPI do Congresso Nacional em agosto de 2016.

A situação é preocupante. Devido à corrupção, a FUNCEF acumula déficits desde 2012, sendo que a dívida do fundo já supera 30% do seu patrimônio total. Atualmente, os empregados e aposentados são obrigados a equacionar o déficit com descontos mensais de 2,78%, os quais poderão ficar entre 16 e 20% a partir de 2018, em razão do déficit acumulado até 2016.

Vale ressaltar que esse déficit decorre, ainda, das provisões que a Caixa retira da FUNCEF em razão de ações trabalhistas movidas por empregados contra o banco, constituindo um contencioso judicial estimado em R$ 12 bilhões. Nesse sentido, os trabalhadores exigem que a Caixa pague essa conta que é sua e não dos participantes, reduzindo, assim, parte do déficit.

Os bancários ressaltaram, ainda, que são os legítimos donos dos recursos da FUNCEF, reivindicando, pois, maior participação e equilíbrio nas decisões da fundação; fim do voto de minerva; transparência na diretoria indicada pela Caixa; alterações no Estatuto para melhorar sua governança e minimizar irregularidades na gestão de seus recursos.

Por fim, os participantes do Encontro sobre a FUNCEF repudiaram todos os responsáveis pela ingerência política e má gestão dos recursos do fundo, fatores que obrigaram todos os empregados e aposentados da Caixa a auferirem prejuízos, contribuindo novamente para pagar a conta que não é deles e a cobrir o rombo ocasionado pela corrupção na FUNCEF.

Confira trechos da palestra de Max Mauran, diretor eleito da FUNCEF:

A FUNCEF não está quebrada

“A FUNCEF tem esperança. Não está quebrada e começa a se recuperar. Se tivermos êxito na luta não só pela FUNCEF, mas por todo o sistema de previdência pública e complementar, sairemos dessa situação. Temos que lutar contra a Reforma da Previdência. Mas precisamos de unidade com os demais fundos de pensão [Petros e Postalis], que ainda não se mobilizaram”.

Luta contra a Reforma da Previdência

“O Governo Temer quer precarizar a Previdência Pública e a Complementar. Colocou a administração dos fundos de pensão nas mãos de um grupo de banqueiros, que compraram políticos para assumir o poder, atendendo aos seus interesses. Estão preocupados apenas em destruir a previdência pública para maximizar seu lucro por meio de previdências privadas”.

Ação judicial contra a Caixa é o caminho


“Devemos entrar com uma ação judicial contra a Caixa. Mas, por enquanto, devemos pagar o equacionamento para evitar que a FUNCEF quebre. Na Justiça, vamos buscar a responsabilização das pessoas físicas e jurídicas que deixaram o fundo nessa condição, recuperando os valores desviados e colocando na cadeia os que causaram danos à FUNCEF”.

Consultoria para afastar os diretores eleitos

“Peço que se juntem à luta dos diretores eleitos da FUNCEF. Manifestem-se para que nossos mandatos não sejam cassados. Uma consultoria foi contratada com o objetivo de reestruturar a FUNCEF, a fim de afastar os diretores eleitos pra ‘economizar palito’. Na verdade, as diretorias de investimentos não nos querem lá fiscalizando e dando transparência aos feitos deles”.

Valorizar e publicizar o debate sobre o déficit da FUNCEF

“Além disso, deem publicidade a essas informações, pois a mídia oficial da Caixa nada divulga. Vamos construir um fórum de discussão permanente acerca do déficit da FUNCEF, valorizar esses momentos de debate e, sobretudo, mobilizar os bancários da ativa para adentrarem nessa luta. Sem unidade e sem divulgação, não haverá futuro para a FUNCEF.”

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.