EM FOCO / BRADESCO

Imprimir Notícia

Bradesco é condenado a pagar indenização por danos morais

Juizado de Timon condenou o Bradesco a indenizar cliente em R$ 2 mil, por ela ter aguardado atendimento durante 5h em uma agência.

23/06/2016 às 15:57
Leandro Santos - Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O Juizado Especial Cível e Criminal de Timon condenou o Bradesco a indenizar uma cliente em R$ 2 mil, por ela ter aguardado atendimento durante cinco horas em uma agência no dia 31 de agosto de 2015.

Segundo a Lei estadual de n° 7.806/2002, o atendimento bancário ao consumidor não pode superar 30 minutos, mas, neste caso, a cliente aguardou o atendimento desde às 11h08 e só foi atendida às 17h43. Para o juiz Rogério Monteles, a decisão levou em conta os transtornos causados pela demora no atendimento na agência.

“Houve uma falha no serviço. Uma vez comprovada pela autora, o fornecedor responde pela reparação de danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos”, explicou o magistrado.

A Justiça julgou procedente, em parte, o pedido formulado e condenou o banco a pagar à autora a indenização por danos morais no valor de R$ 2 mil, com juros e correção monetária.

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.