PLANTÃO / BANCO DA AMAZÔNIA

Imprimir Notícia

Banco da Amazônia lucra 77,5% a mais que no primeiro semestre do ano passado

21/08/2015 às 16:15
Contraf
A+
A-

O Banco da Amazônia fechou o primeiro semestre de 2015 com um lucro 77,5% maior do que o alcançado no mesmo período de 2014. A marca de R$ 106,7 milhões deve-se, entre outros fatores, à evolução das receitas com as operações de crédito (que cresceu 48,9%), com Títulos e Valores Mobiliários (alta de 20,9%) e das receitas com a prestação de serviços (que subiu 55%). Mesmo assim, o banco encerrou o semestre com 3.169 funcionários, 11 a menos que em junho de 2014.

Com esse resultado, a rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido Anual do banco foi de 12,5%, com alta de 5,1 p.p. A Carteira de Crédito também cresceu em relação a junho de 2014, atingiu R$ 3,8 bilhões, uma alta de 38,4%. O crédito comercial cresceu 22,5%, em doze meses, atingindo um total de R$1,6 bilhão. Já o crédito de fomento atingiu R$ 2,2 bilhões, com crescimento de 4,6% .

Cliqueaqui para ver os destaques do Dieese

As Despesas com Provisionamento para Devedores Duvidosos mais do que triplicaram, somando R$ 76,7 milhões, impactando negativamente o resultado do período. O relatório menciona que o banco constituiu R$26,4 milhões de provisão adicional, com o objetivo de "amparar eventuais impactos em sua estrutura de capital", com base em estimativas de perdas esperadas. Não foi localizada, no relatório do banco, qualquer menção às suas taxas de inadimplência ou algo que justifique esse crescimento das PDD's.

O crescimento do resultado com Títulos e Valores Mobiliários foi diretamente influenciado pelos sucessivos aumentos na taxa Selic e nos índices de preços, com crescimento de 20,9%, totalizando R$ 429,6 milhões no primeiro semestre de 2015.

As Receitas de Prestação de Serviços e Rendas de Tarifas Bancárias atingiram R$ 461,2 milhões, com alta de 55,1%. Já as Despesas de Pessoal cresceram 33,6%, totalizando R$ 284,3 milhões. Com isso, a cobertura das despesas de pessoal pelas Receitas de Serviços e Tarifas foi de 162,22% em junho de 2015, ou seja, o banco cobriu a totalidade das despesas de pessoal e ainda teve um excedente de 62,22%.

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.